22.8.10

Vida Real e Simples


Mundo Estável

Todas as mudanças possíveis no mundo, começam no coração de cada pessoa.
O aspecto importante é entender o que podemos levar adiante para a qualidade interna, para os valores espirituais.
Somos afectados pelo mal e corre de forma muito repentina. As pessoas acreditam que lhes satisfaz, indo à procura de informação sobre o que acontece no mundo. Mas, só lhes produz distracções e maus hábitos.
Desta forma, fica muito difícil mantêr uma vida real e simples, mais contemplativa. Há que procurar caminhos diferentes para o seu tempo precioso e energia.
Fazer da vida uma boa vida e mantêr livre todas as influências de negatividade do mundo. Basta que não se tenha maus sentimentos e disseminar a paz e a felicidade.
Experienciar um relacionamento autêntico e criar o céu nas nossas mentes. Tudo o que acontece neste mundo, começa sempre antes, no coração de todos os homens.

O mundo estável é o mundo da nova consciência transcendental, espiritual, e tem já uma dimensão pura e perfeita, como o amor Crístico.
A cada dia que passa recebemos mais luz, e quanto maior fôr a luz, mais as sombras se tornam escuras.
O amor activa a nossa vida e a natureza com toda a sua beleza, nos mostra com uma leve brisa, um sopro de amor, mesmo quando não existe vento. É uma experiência vivenciada e conectada por simples acto de amor.
O mundo estável é para nos despertar de que somos seres capazes de conectar a paz interior, e dar uma contribuição ainda maior, para a harmonia exterior. Assim, nos tornamos mais sensíveis a tudo que acontece dentro de nós mesmos. Essa atitude nos desperta e voltamos à simplicidade da nossa alma.
Lumena

18 comentários:

Cantinho She disse...

Uau, adorei o seu post, beijo, beijo!
She

LUmeNA disse...

Querida She, grata por este momento. Basta a tua presença, pelo simples sentimento.

Be:)os,
Lumena

█► JOTA ENE ◄█ disse...

ººº
Ai e havia tanto a dizer do coração de cada pessoa... rs

LUmeNA disse...

█► JOTA ENE ◄█,

Você percebeu o que leu no texto? Me parece que não!

Lumena

Graça Pereira disse...

Lumena
Um texto cheio de luz...mostrando o caminho para sermos felizes e tornar os outros felizes tambem!
O mal é que as pessoas perdem-se com o TER e não com o SER... Ás vezes quando o entendem jé é um pouco tarde demais...Mas temos de acreditar na nossa doação...capaz de atingir o coração dos outros.
Mil beijos e boa semane.
Graça

Eduardo Medeiros disse...

Lumena, realmente não estou certo de que dá para ficar livre de todas as influências negativas do mundo. Mas estou certo que podemos a cada dia, vivermos com mais luz e mais positividade se vivermos com amor, alegria e serenidade.

Uma boa semana para você. Abraços

LUmeNA disse...

Graça Pereira,

Uma nova sociedade só é possível se ao longo do processo de desenvolvimento surgir um novo carácter humano, e também da alteração profunda do coração do homem.
O TER cada vez mais é um sentimento em qualquer coisa que se possui, ou seja, sempre o problema, que acaba por ser uma alienação inconsciente. Enquanto que no SER, as pessoas confiam no que são, e de igual modo sabem de que algo nasce de novo.

Mil be:)os e boa semana,
Lumena

LUmeNA disse...

Eduardo Medeiros,

É hora de mudar e entender o mecanismo da vida com a simplicidade que ela nos tráz. Quando aprendemos a cuidar de nós mesmos vamos viver num mundo melhor. Se pararmos de arranjar desculpas, talvez deixemos de ser influenciados.

Uma boa semana para você. Abraços.
Lumena

Eduardo Aleixo disse...

Gosto sempre de te ler. A procuea da estabilidade, desse bosque da brisa do coração, da alma,é um propósito, um objectivo, que, uma vez alcançado, nos traz a serenidade. Um abraço.

LUmeNA disse...

Eduardo Aleixo,

"...bosque da brisa do coração, da alma,..."

Gostei desta frase!
No momento em que se conquista a estabilidade nos tráz tranquilidade e serenidade.

Grata!
Abraços,
Lumena

blasblog disse...

interesante el post, estoy de acuerdo en la necesidad de usar una mayor espiritualidad en la vida -tan material- a la que parece estamos "invitados" a vivir.
saludos
Blas

LUmeNA disse...

blasblog,

Mui grata pela contribuição.

Abraços,
Lumena

Edson Carmo disse...

A realidade não é um nome. Em cada idioma a mesma coisa tem nomes diferentes. A realidade não é um gosto. De pessoa para pessoa, a mesma coisa tem gostos diferentes. A realidade não é o olfato. Por que assim, ela não existiria se alguém tivesse com o nariz entupido! A realidade não é a audição. Porque assim, onde ela estaria num mundo de surdos? A realidade é inominável, não é nada criado pela mente humana. Ensinaram-nos que a grande estrela de fogo chama-se sol. Esse mesmo sol poderia ter sido batizado com o nome de lua, de terra... Mas isso não mudaria o que ele é. Quanto ao sol, a realidade é que precisamos dele; só vivemos neste mundo gélido por causa do seu calor. E isso independe de gostamos dele ou não; de vermos ele ou não. Porque a realidade não precisa de nós para existir, mas existimos por causa dela.

Edson Carmo

LUmeNA disse...

Edson Carmo,

Excelente explanação minuciosa.

Quando digo no texto: "As pessoas acreditam que lhes satisfaz, indo à procura de informação sobre o que acontece no mundo. Mas, só lhes produz distracções e maus hábitos."

Daqui se pode concluir que, as distracções e maus hábitos é a confusão da realidade ilusória. E, enquanto ilusória não podemos conceber esse estado de beleza e de harmonia.

Outra frase: "Essa atitude nos desperta e voltamos à simplicidade da nossa alma."

A atitude de despertar é absoluta. Tanto nossa como a Vontade divina.

A realidade é inexplicável. É o mundo da total consciência pura.

Porque não pensar, sermos seres de infinita beleza e perfeição? Para existirmos em função dela.

Lumena

jair machado rodrigues disse...

Caríssima Lumena, entendo que tudo começa pelo coração também, na busca do verdadeiro, do bem, da paz e tranquilidade que os dias de hoje nos é cada vez mais raro. Também quero e busco uma vivência real e simples, pois assim, acredito, conseguirei ser melhor...e pelo coração, entendo que a chave mestra do meu caminho, na busca de dias melhores para mim e o próximo, é Jesus Cristo.
ps. Grande abraço.
ps.2 Tenho tido pouco tempo (estudo), mas precisava comentar este post. Saudade.

LUmeNA disse...

jair machado rodrigues,

Muito bonita, a tua assertiva!
O teu tempo é precioso, deves isolar-te para os estudos. Faz de forma tranquila. Vou visitar-te!
Grata pelo comentário.

Grande abraço,
Lumena

Rener Brito disse...

Os homens têm serias dificuldades em aceitar a realidade – por isso o medo do velório que lembra a morte e uma vida temporal, satanás que lembra o inferno e o pecado o qual estar vivendo e amando, sem nenhuma intenção de deixar.

Mais fácil escondesse na escuridão da utopia do que na luz da realidade, que em muitos casos faz as pessoas lembrar que elas têm pensamentos, atitudes e costumes que as fazem ser o que não gostariam de ser, e temores como impossibilidades que não gostariam de ter.

Abraços.

Rener.

LUmeNA disse...

Rener Brito,

O homem tornou-se escravo de si mesmo, tornou-se escravo do seu semelhante e por fim, tornou-se escravo da própria idéia de liberdade.
O desenvolvimento de filosofias e religiões só acentua o facto de que nunca fomos livres.
Assim, a escuridão adoece os homens, quanto mais ameaçados se sentirem, mais se têm de se empenhar para vencerem os monstros do medo.

Grata, mui grata amigo!

Abraços,
Lumena