14.6.10

"ESPAÇO"


Onde Tudo Acontece

O verdadeiro silêncio está mesmo acima da palavra, mesmo acima da música, posso dizer que é um mundo de luz. Mergulhando nele, no silêncio, no espaço do silêncio, sem objecto, que são os pensamentos, fica-se em profundo silêncio. Sente-se harmonia de tal forma que se ouve uma voz, pois só assim Ele aceita ouvir-nos. É a verdadeira expressão de Deus.

Temos emoções e a base das nossas emoções são os sentimentos. Então, sentir a beleza de uma flor, olhar o mar, ver a beleza das ondas ritmadas e respirar a maresia, entra-se dentro da energia que me anima. Desta forma, abstrai-se do barulho exterior e penetra-se no silêncio absoluto.

É assim que nos encontramos com Deus, é assim que nos sentimos aflorados de tanta beleza e acabamos por nos cuidar de nós mesmos.

Experimente parar por alguns minutos todos os dias e mergulhe no espaço do silêncio, só no silêncio absoluto, no silêncio do seu mundo interior, é uma viagem deslumbrante e, descobre-se quantas riquezas que estão escondidas na "gavetinha" da intimidade, e quanto mais silêncio se fizer mais riqueza se encontra na intimidade.

Nesse espaço (silêncio), que é o único do nosso coração, cultivamos muita virtude que muda e nos coloca para sempre no caminho Existencial.

No profundo silêncio, ouvimos uma voz que toca o nosso coração e estremecemos perante tal energia e surge um calor imenso que é Paz e Amor. Sente-se também uma presença e a voz límpida e quente que nos toca no coração, isso é AMOR, é AMOR incondicional.

Lumena

11 comentários:

Edson Carmo disse...

Coloque fora os pensamentos. Coloque fora os sentimentos. Coloque fora toda a cultura e história... Tudo que está dentro, pode ser abandonado, mas o espaço onde tudo estava não pode ser. Esse espaço é silêncio; esse espaço é você!

Parabéns pelo post.

Edson Carmo

LUmeNA disse...

Edson Carmo,

Excelente explanação!

Grata, mui grata.

Abraços,
Lumena

GUINA disse...

ENCONTRO


Foi se formando um campo bonito
Que com palavras e gestos meigos
Aproximação linda foi se formando
Igual à lua que desce e beija o mar...

Que céu lindo de palavras e gestos!
Um lindo encontro que logo nos deu
A boa amizade gostosa e saudável
Assim boa como um céu estrelado...

Vi tua voz docemente surrurando
Como a voz murmurante dos rios...
Doce como é linda a pétala da flor

E se dos teus lábios um riso luzia
Em brilhos minha alma parecia voar
Voando para ti e querendo beijar-te.


Guina

GUINA disse...

O HOMEM
(à João Cabral de Melo Neto, in memorian)


Esse ser fraco, frágil e desnorteado
Que cabe num beijo recebido ou dado
E num abraço pode ser dar por perdido
É o Homem: ser de eternas dúvidas.

Esse que pensa, reflete e questiona
E no amor busca sua própria saída
E a qualquer hora a tudo desacredita
É o Homem: ser de razão e dúvidas.

Esse ser que cria, planeja e inventa
Que tudo quer e nada lhe alimenta
É o Homem: ser de dor e angústias.

Esse mesmo ser que luta e acumula
Consigo mesmo entra em aflição dura:
Vê que uma flor suplanta sua fortuna.

Guina

LUmeNA disse...

Guina,

Grata por tão singelas palavras, e pela contribuição com dois poemas lindos.

Lumena

Eduardo Aleixo disse...

Assim é. Assino por baixo. Beijo

LUmeNA disse...

Eduardo Aleixo,

Exactamente, esse "espaço", onde tudo acontece, o verdadeiro silêncio.

Grata pela participação.

Lumena

TK disse...

O único lugar em que a mente vai encontrar a paz é dentro do silêncio do coração...
Beijos, linda.
Obrigada pelo selo, vim busca-lo.!!!!

LUmeNA disse...

TK,

Exactamente, querida amiga!

De nada, be:)os,

Lumena

Endim Mawess disse...

esse post foi pra mim. sempre faço esse tipo de meditação, aprendi com os orientais a sugar as energias da natureza, no Japão é comum as pessoas abraçarem arvores nos parques e a floração das cerejeiras é um espetaculo esperado o ano todo

LUmeNA disse...

Endim Mawess,

Me alegra saber que este post te tocou profundamente.
Os orientais vivem desde ao amanhecer até ao anoitecer em plena meditação. Isto quer dizer que se alimentam das energias da natureza.
A mudança interna é a forma mais eficaz de mudar o mundo. Nós somos o mundo.
Já tinha ouvido falar da floração das cerejeiras no Japão, é compartilhar uma experiência mágica. No outro lado do mundo, em Washington, também se pode apreciar este espectáculo de rara beleza, na mesma época do ano, em Janeiro.

Grata mui grata,

Lumena