7.6.10

Mundo Exterior e Mundo Interior



O Limitado e o Ilimitado


O homem sempre procurou um significado para a sua existência. A forma como interpretamos é que vai determinar como pensamos a respeito de nós mesmos. Cada vez mais tem-se conhecimento e controle sobre o mundo exterior, mas se afasta cada vez mais do mundo interior.

Ensina-se os filhos a conhecer e a dominar as força da natureza, mas não se ensina a conhecer e a dominar a si mesmos.

Dá-se-lhes a conhecer cada vez mais o mundo em que vivem, mas não conhecem o mundo que é.

Cada vez mais conhecem o espaço, mas não conhecem a construção da inteligência e o funcionamento da própria mente.

Esta própria carência de interiorização, faz com que percam a oportunidade de desenvolver as funções mais profundas da inteligência, ou seja a capacidade de pensar, a capacidade de reflectir, a capacidade de analisar, a capacidade de perceber os seus limites, a capacidade de dar respostas mais maduras e a capacidade de compreender as relações humanas.

Lembremos sempre que a vida é o reflexo do nosso mundo interior.

LUmeNA

12 comentários:

cantinho she disse...

Olá querida! Bom Dia, menina eu estou mega em falta contigo, nunca que consigo vir te fazer uma visitinha e até hoje não fiz o post da bandeira que vc me mandou e eu gostei tanto, achei tão meigo o gesto... mas olha é que ando enrolada mesmo, tá? Não foi descaso não, eu adoro todos vocês aí. Passando para me desculpar, para te visitar e dizer que voltarei.
E quanto ao seu post, eu amei, que texto lindo e adorei a conclusão: "Lembremos sempre que a vida é o reflexo do nosso mundo interior." Sensacional e devemos ter essa expressão como meta, show!
Beijo, beijo!
She do Cantinho She.

LUmeNA disse...

cantinho she,

Olá minha querida! Bom dia!
Não precisas te desculpar. A vida por vezes nos toma tempo, mas adorei tua visita e a primeira do meu post significativo.
O selo da bandeira serve para ficar no teu coração, não te preocupes em fazer um post, não amiga! Foi um gesto para ligar os dois países irmãos, sendo assim fica no teu coração.
Ter essa expressão como meta, é muito simples, basta fazermos uma viagem interior, já que tudo à nossa volta é um espelho daquilo que trazemos dentro de nós.

Grata She pela colaboração.

Be:)os,
Lumena

Graça Pereira disse...

Minha Querida
Que saudade de te ler...Tens razão...o mundo interior é tão pouco conhecido...é que pensar, dá trabalho! leva-se a vida com um certo malabarismo, eu diria até, com uma certa leviandade...
Corre-se para tudo e por tudo...quase robots! Será que um dia as pessoas encontrarão na aridez do seu deserto, um fresco e cristalino fio de água...que os faça pensar??
Beijocas
Graça

LUmeNA disse...

Graça Pereira,

Sim, querida amiga o mundo interior é muito pouco conhecido, mas parar um pouco para pensar não custa nada.
As pessoas têm garantias de satisfação e de realização se esvaziarem as impurezas, a obscuridade, a ignorância, e procurarem na natureza a tranquilidade, o amor, a alegria, a beatitude e serão totalmente manifestos e totalmente completos. Uma das lições que ressalta o bem-estar interior é essa transformação que parte de dentro de cada um de nós. A importância da solidão como espaço de conquista interior, o deixar-se abandonar e evitar o esforço de controlar a vida. Viver o presente que é a única coisa real que temos e que existe, e é aí que a acção tem lugar.

Grata pela participação.

Be:)os,
Lumena

Edson Carmo disse...

Lumena,

Significativo e lindo seu texto. Parabéns!!!

Um grande abraço do amigo,

Edson Carmo

Eduardo Medeiros disse...

Oi Lumena, tuda bem?

Você nos faz refletir sobre uma importante questão que é o nosso mundo interior.

Este mundo que é tão difícil de controlar, muitas vezes desconhecido. Aprender a domá-lo e organizá-lo é uma arte a ser aprendida.

beijos

LUmeNA disse...

Edson Carmo,

Mui grata amigo!

Um grande abraço,

Lumena

LUmeNA disse...

Eduardo Medeiros,

Tudo bem, Eduardo!

Exactamente, e só para deixar aqui um exemplo espectacular. O ser humano assemelha-se à águia que é um animal fantástico, um exemplo para todos nós, um exemplo vivo de que após acumular a experiência da vida, ela ainda tem possibilidades de um recomeço. Para isso é necessário uma nova dose de motivação, optimismo, aprender a domá-lo, esse mundo interior, que muitos desconhecem. O objectivo do trabalho interior não é tornar pessoas boas, mas sim conscientes. Se as pessoas conhecessem a si próprias e eliminassem a impaciência, ganhariam a virtude da paciência, que quer dizer, (paz + ciência = ciência da paz interior), estariam todos a colaborar com a sociedade, uma sociedade mais límpida.

Um grande abraço,
Lumena

Maxwel Quintão disse...

"Cada vez mais tem-se conhecimento e controle sobre o mundo exterior, mas se afasta cada vez mais do mundo interior." concordo plenamente com esta passagem e com o teu texto, as pessoas cada vez mais têm domínio do mundo exterior para satisfazer a terceiros, mas esquecem-se deles próprios e por isso é que existem tantas doenças mentais e casos de suicidios.

LUmeNA disse...

Maxwel Quintão,

As pessoas esquecem-se delas próprias, do seu mundo interior, mas a consciência é uma função de todo o fluxo de vida.
Devido às condições emocionais desequilibradas causam reacções em todo o ser, daí os suicídios, porque uma mente descontrolada, desconectada acarreta reacções destrutivas.

Lumena

Rener Brito disse...

Como sempre falo: o homem que se perdeu de si, ficara também perdido de Deus, o homem que não se conhece, jamais conhecerá a Deus – como poderá receber a cura de Deus!? Como poderá receber a salvação de Cristo!? Se perdido de si não consegue perceber sua doença e nem o quanto é miserável e estar perdido.

paz e graça.

Rener

LUmeNA disse...

Rener Brito,

Excelente a tua explanação.

O homem para receber a cura de Deus, quando anda perdido de si, quando não se conhece a ele próprio, o caminho de cura recebido de Deus, é através da eliminação do sentimento de culpa, amar-se a si próprio, abrir-se para um novo entendimento, renovação da mente, que levará à renovação da vida e do comportamento.
Um dos tratamentos de cura interior, é visualizar, ir ao encontro interiormente de Deus, isso cura todas as feridas, arrependimentos, e aceitar tudo incondicionalmente.

Receber a salvação de Cristo, é somente uma questão espiritual. O verdadeiro cristianismo é aquele que se relaciona pessoalmente com Cristo.Somos salvos quando cremos em Jesus, quando amamos Jesus em pessoa, não apenas o Seu nome, nem as Suas doutrinas, mas sim, visualizar Jesus, sentir como uma pessoa generosa, humilde, conhecê-lo de perto, o quanto Ele amou e nos ama, e desejarmos ser como Ele. A salvação não vem de Jesus, é de Jesus Cristo. Então, conhecê-lo é ter a salvação.

Grata. Paz e Graça,
Lumena