1.9.10

Renovação


O Relacionamento dos Homens


Como pode o homem renovar a mente e mudar o seu modo de pensar?

Olhar o seu semelhante da forma mais pura e conhecer o amor que faça amar os outros. Através deste processo, muitos homens vão indagar: "Como amar o meu semelhante? É impossível!"

Todas as mudanças fazem-se no nosso espírito, e ao rejeitarem um amigo, um irmão, um outro familiar, não estão a renovar a mente, ou seja, o modo de pensar, sobretudo as injustiças, o ódio, a mentira, a falsidade, o apêgo, o desamor, tudo isto pode ir ao encontro da verdade, e que seja conforme a vontade mais sublime e próxima da sua existência.

Temos recursos magníficos para não se conformar com este século, este mundo global, e não proceder como a sociedade à sua volta, por causa da ignorância em que vivem, por causa da dureza dos seus corações. Os recursos são simplesmente, mudanças.

O que muda? O que significa ser um homem novo?

Muda uma vida baseada na nossa lógica, uma vida baseada na nossa presunção, uma vida baseada na mentira, nas contradições, o que é completamente oposto ao lado espiritual.
Para se ser um homem novo deve dar um passo atrás e descobrir que não é  o senhor absoluto do mundo. Essa mudança é de alguém que descobre no outro ser humano, uma dimensão diferente. A humanização da verdade  leva-nos a sermos mais conscientes do passo que tomamos, que é o senso de humanidade que perdemos. O que isto significa é que para redescobrirmos o sentido da humanidade, temos que respeitar o outro ser humano.

Quando assumimos que somos cristãos temos que estar ciente das mudanças das quais projectamos, ouvimos e temos expresso o sentimento de mudança real. O suposto conforto do mundo materialista e mundano é suprimido pela fé no renascimento do novo homem. 
Lumena

14 comentários:

Graça Pereira disse...

Projecto de vida maravilhoso...digno de um homem e de um cristão...Há muita gente a dizer que o são e poucos a mostrá-lo com os seus actos... Mudar...revestirmo-nos do homem novo, na mente ,nas atitudes e na fé...Quando o mundo entender que é por este caminho...que se é feliz...julgo que a mudança será inevitável!
Beijos
Graça

LUmeNA disse...

Graça Pereira,

Querida amiga teu comentário é espectacular.
Grata, mui grata!

Um grande be:)o,
Lumena

ESpeCiaLmente GaSPaS disse...

Bonitas palavras.

Eduardo Medeiros disse...

Oi Lumena, tudo bem?

Gostei muito do texto e destaco essa frase:

"Para se ser um homem novo deve dar um passo atrás e descobrir que não é o senhor absoluto do mundo. Essa mudança é de alguém que descobre no outro ser humano, uma dimensão diferente."

Apesar de ser cristão por tradição, hoje tenho feito uma crítica dos dogmas do cristianismo que para mim não fazem mais sentido.

Mas a renovação que se pode fazer a partir do espírito (ou consciência) é algo válido e verdadeiro.

"transformai-vos pela renovação de vossas mentes..."

abraços

LUmeNA disse...

ESpeCiaLmente GaSPaS,

Grata!

LUmeNA disse...

Eduardo Medeiros,

Aceito quando dizes que os dogmas do cristianismo, não fazem mais sentido. Esses dogmas são implantados pela Igreja, a Igreja Católica, Apóstolica Romana. A vida de Cristo, de Jesus Cristo, a Sua obra, é fantástica. Eu sou por essência Cristã.
Os rituais também não fazem sentido. A Igreja é conservadora demais.
Acredito sim, na renovação a partir da consciência plena. Muitas pessoas sentem-se compreendidas na experiência espiritual.
Meu objectivo neste texto, é mostrar às pessoas que o cristianismo leva a sério as suas experiências e que também as alargam não só no espaço do silêncio, mas também em Deus, que mora em mim no silêncio, que não apenas o divino, mas em todos os momentos que me interpela e me ama.

Grata mui grata.

Abraços,
Lumena

Rener Brito disse...

O que falta é só os homens deixarem de se maravilhar com os feitos e com as manifestações de Cristo e entregar-se a Ele por amor e não por uma necessidade ou uma emoção que em suma não leva a nenhuma mudança para melhor e sim para pior.

Lindo texto.

Abraços.

Rener Brito

LUmeNA disse...

Rener Brito,

Muito gosto de voltar a ver-te na blogosfera, voltar principalmente a ver-te manifestar dessa forma.

Os homens entregam-se pelas emoções, entregam-se pela falsa paz no mundo, entregam-se pelos bens materiais, entregam-se pelas manifestações, ou seja, apregoam nas igrejas e na mídea que para alcançarmos as bênçãos do Senhor, temos que pagar. Muitos homens supostos cristãos não têm esse sentimento de mudança. Uma mudança deve ser sempre para melhor.

Só não consigo entender o seguinte: porque os homens criticam uns e outros?
Jesus disse: "Quem não tem pecado que atire a primeira pedra".

Grata querido amigo,

Abraços,
Lumena

Adh2bs disse...

Olá!
Assumir essa posição de fragilidade e reconhecer que nossa fé nos guia e ampara: para alguns é uma senda natural; para outros trata-se de um desafio, perante o qual passam pelas fases da negação, compreensão, aceitação e só aí, profissão de fé (reconhecimento e prática)).
Grande abraço,
Adh

LUmeNA disse...

Adh2bs,

Exactamente amigo!

Grata e grande abraço,
Lumena

Edson Carmo disse...

“Como pode o homem renovar a mente e mudar o seu modo de pensar?”


Quando o homem compreender que ele não é, o que disseram que ele é; quando o homem entender que ele não é aquilo que ele acredita ser. Então haverá nele uma renovação e consequentemente, mudanças. As pessoas têm sido instruídas por lâmpadas, elas têm relacionamentos com lâmpadas. Lâmpadas têm capacidade iluminar artificialmente – e é com luz artificial que o homem tem sobrevivido nas trevas de seu calabouço. Se esse homem sair deste calabouço ao meio dia, saberá o que há luz que não vem de lâmpadas. Esta Luz é a Mensagem de Jesus.

Edson Carmo

LUmeNA disse...

Edson Carmo,

Muito boa explanação. Era importante saber como renovar a mente.
A mensagem de Jesus através da Luz trazem profundas orientações, no plano acima deste em que nos encontramos. São lições, são ensinamentos sobre tudo o que almejamos dia após dia.

Grata querido amigo,
Lumena

Rener Brito disse...

Você pergunta por que “os homens criticam uns e outros”?

E eu te repodo; perceba se está critica é seguida de uma solução, se a assim o for, isto é chamado de critica contrutiva, algo que Jesus fazia quando criticava os judeus espiritualmente e socialmente.

Neste caso a pedra jogada não é para matar, mas para contrução.

Abraços.

Rener Brito

LUmeNA disse...

Rener Brito,

Se a crítica fôr seguida de uma solução, é construtiva, e se não fôr?

Qualquer crítica construtiva faz-nos crescer espiritualmente. Jesus Cristo quando ensinava os seus discípulos muitas críticas fez. Ele gastou a maior parte do seu tempo a resolver mais os problemas pessoais do que mesmo a ensinar. Os problemas da vida humana quase sempre são os mesmos.
A crítica construtiva que Jesus fazia aos seus discípulos, ao povo da sua época, era com clareza, com a vivacidade com que o expressava e, mesmo assim os seus discípulos mais brilhantes e mais interessados deixaram de absorver todo o seu ensinamento. Jesus criticava, também se sentiu desapontado ante a inabilidade dos seus discípulos, em compreender as verdades que lhes ensinava.
Se isto aconteceu com Jesus, não devemos ficar admirados de que aconteça connosco.
O Mestre Jesus procurava aprofundar as convicções, como igualmente implantar a verdade.

A frase de Jesus: "Quem não tem pecado que atire a primeira pedra". Como sendo uma parábola, serve como exemplo para toda e qualquer atitude, ou seja, significa dizer que se querem fazer o seu julgamento, mas quem tem ainda as inferioridades dentro de si, não pode julgar ninguém.

Isto para dizer que: Toda a verdade deve possuir luz e calor para ser eficaz.

Grata amigo pelo teu comentário.

Abraços,
Lumena