20.9.10

Sensibilidade


Alimento Para a Consciência

Somos a forma de energia pura, energia límpida e capazes de trazer à consciência que abrange a sensibilidade.

Muitas pessoas se questionam sobre o que é a sensibilidade!

Para sabermos temos que nos aprofundar, nas coisas que realmente existem, diferentes daquelas que são simplesmente projectadas pelos desejos. A partir dessa energia, a sensibilidade, realizamos a nossa felicidade, realizamos a paz interior, que é a própria criação da semente da consciência.

Como seres humanos por vezes não sabemos como viver no nosso corpo físico, por conseguinte não aprendemos como nos preparar para o plano espiritual.  Tão pouco aprendemos a apreciar ou entender sobre o relacionamento connosco próprios e com a sociedade.
A dificuldade de muitos entenderem como podemos direccionar o poder de alcançar a energia da consciência, ou o poder de ajudar alguém a ter essa sensibilidade, é por falta de entendimento que podemos olhar através do coração, ou sentir, e recebemos a luz que nos dá a Verdade de todas as coisas.

Outras formas de olhar, outras formas de atitude, outras experiências nos façam descobrir essa energia, a energia original. Temos por conseguinte, a nossa própria luz interna que nos dá poder de realizar milagres, de todos os tipos, milagres de cura física e de cura emocional. Somos muito mais do que somente o corpo físico. 
O nosso corpo nunca pode estar doente ou saudável, somente têm importância para a consciência. A doença não é uma perturbação essencial, é o caminho pelo qual o ser humano pode seguir em direcção à cura. Quanto maior a consciência com que enfrentamos o nosso caminho, melhor usamos a força da compreensão. E quanto maior fôr a nossa compreensão, a nossa expansão de consciência, melhor será o nosso aproveitamento de todas as coisas que nos cercam.
O Mestre Jesus passou por esse estado de espírito e nos ensinou a viver e a despertar a energia da nossa consciência. Outras pessoas seguiram o seu exemplo, tais como a Madre Tereza de Calcutá, Ghandy e outros mestres. 
Lumena

15 comentários:

Eduardo Medeiros disse...

Olá Lumena, tudo bem?

Mensagem maravilhosa!!

Posso destacar uma verdade que para mim é fundamental:

"Somos muito mais do que somente o corpo físico."

Lumena, se você me permite uma pergunta: você é adepta de alguma religião organizada?

abraços

LUmeNA disse...

Eduardo Medeiros,

Está tudo bem! :)

Ahahaha! Eduardo, estava mesmo à espera que alguém fizesse esta pergunta, o que é normal :)

Eu não pertenço a nenhuma religião organizada. A minha verdadeira "religião", é aquela que une a minha alma ao Amor, que é sobretudo o que expressa a minha existência como ser humano.

Eu deixei bem claro no post "Desafio", lá está tudo o que move a minha vida, como Cristã sigo os ideais do Mestre Jesus Cristo, só e simplesmente o Seu exemplo como o Ser que tem a Palavra da Verdade.

Abraços e volta sempre!

Lumena

Graça Pereira disse...

Melhorando a nossa sensibilidade, melhoramos a nossa maneira de ser e a das outras pessoas. Cada um de nós deve trabalhar para o seu aperfeiçoamento, aceitando na vida geral da humanidade, a sua parcela de reponsabilidade.
Gostei do teu texto que ajuda a descobrir caminhos dentro de nós.
Beijo
Graça

LUmeNA disse...

Graça Pereira,

Óptima a tua explanação!
Grata querida!

Be:)os,
Lumena

Edson Carmo disse...

Lumena,

Somos energia concentrada em formas diferentes. Em nós, está a consciência que só é conhecida através da verdadeira sensibilidade. Falo verdadeira sensibilidade, porque há a sensibilidade resultado da cultura – essa que não nos permite ter consciência verdadeira. Assim, muita da “sensibilidade” que vemos, não é mais que uma idéia, um conceito, um conhecimento – essas coisas que não passam de forma alguma pelo campo do verdadeiro sentimento.

Parabéns pelo texto!

Edson Carmo

LUmeNA disse...

Edson Carmo,

Como sempre um comentário que completa a mensagem de forma mais reflexiva, com total sabedoria, que através dela, posso captar as duas formas de sentir a sensibilidade. Uma a verdadeira, a da consciência; outra apenas conceito, a do conhecimento.

Grata.
Abraços,
Lumena

Rener Brito disse...

Ninguém poderá compreender o seu mundo interior sem que primeiro compreenda a Mensagem Daquele que o criou, como ninguém pode compreender o mundo exterior sem que primeiro compreenda seu mundo interior.

Graça e paz minha irmã

Rener Brito

Cantinho She disse...

Minha querida, ler, em sequência, o blog do Edson Carmo e depois o seu me provocou uma senhora análise, viu?

Obrigada! ;)

Amei, muito bom o post!

Beijo, beijo!
She

LUmeNA disse...

Rener Brito,

Excelente a tua assertiva!

Graça e paz meu irmão,

Lumena

LUmeNA disse...

Cantinho She,

Querida, muito grata fico por saber que expandiste a tua análise, após a leitura do texto do nosso amigo Edson Carmo.
São reflexões que te abriram a compreensão e, foi um despertar para a tua sensibilidade.

Grata, mui grata querida! :)

Be:)o, be:)o,
Lumena

jair machado rodrigues disse...

Olá Lumena, concordo com comento da She, acho a combinação Edson Carmo/Lumena "explosivo" rsrsrs...falaria do tipo de sensibilidade que tenho e muito, mas Edson esclareceu-me...é uma sensibilidade, que embora não ache artificial, pois não sou artificial (busco minha verdade), fica no campo da cultura, diferente da sensibilidade muito bem colocada em teu post, esta sim, resultante de uma busca maior, e talvez daí venha com essa profundidade, dessa conciência que faz aflorar a "sensibilidade".
ps. Lumena, gostaria muito que deixasse mais claro para mim, ou é o que tou lendo mesmo, sobre como não sabemos viver o corpo físico, e, nos preparar-mos para oplano espiritual...
ps. Grande abraço

LUmeNA disse...

jair machado rodrigues,

Olá jair!

A tua questão é muito importante, e vem precisamente de encontro a uma situação de que geralmente o ser humano não sabe como viver o corpo físico, para se preparar para o plano espiritual.
A razão é simples: somos afectados pelo que nos é desconhecido, ou por não saber buscar através da fé, ou por simplesmente pelo medo que é a causa de toda a compreensão, para a preparação ao plano espiritual.

A forma como viver o corpo físico, é aprender a conhecer, aprender a fazer, aprender a viver e aprender principalmete a ser. É saber mudar a forma de pensar e ser verdadeiramente, isto implica uma clara consciência da nossa existência, iniciar um caminho em direcção a nós mesmos, para então estarmos preparados para o plano espiritual. Essa preparação valoriza a contemplação nos momentos de felicidade.

Espero ter esclarecido a tua questão.

Um grande abraço,
Lumena

Gilbamar disse...

Um belo texto escrito com inteligência, sensibilidade e competência. Parabéns!

Abraços poéticos de Gilbamar

LUmeNA disse...

Gilbamar,

Grata, mui grata!

Abraços,
Lumena

Wanderley Elian Lima disse...

Olá Lumena
Obrigado pela visita ao meu blog. Quando puder volte, vou gostar muito.
Te sigo
Bjux