18.4.10

Ser Desperto


A Consciência no AQUI/AGORA


Quantas vezes já dissemos para nós que somos seres despertos, seres que podem deixar a ignorância de uma vida de coisas materiais e passar para coisas espirituais, sem mesmo, nos apercebermos que o verdadeiro despertar vem do sentir do pulsar da Vida, em tudo que nos envolve. Sentir e perceber essa Vida que pulsa, dizemos finalmente, que somos seres despertos. Quando olhamos para uma paisagem só percebemos os elementos apresentados através da perspectiva que os nossos olhos elaboram na imagem.
Temos uma noção clara dos elementos que estão mais próximos e dos que estão mais afastados. Contudo, essa noção é uma ilusão criada pela mente.
Ao trazermos toda a nossa consciência para o momento presente, e estarmos atentos, alertos, naquilo que estamos a observar. É, exactamente aqui que deixamos de ser observadores e penetramos na contemplação.
Na contemplação nós percebemos o vazio, não mais através da mente, mas tomamos consciência desse vazio que separa cada elemento observado. Os objectos passam a ter uma realidade completa, percebemos na sua totalidade, a dualidade das partes, a vísível e a oculta do outro lado.
A consciência é um todo, se relaciona como a respiração deixada pelo espaço vazio, espaço esse que está  totalmente presente na nossa consciência.
Contemplar não é fugir da realidade do mundo. Contemplar é muito mais, é dar realidade ao mundo, porque trazemos para a consciência o pulsar da Vida, fundindo num só Ser Divino.
Esse Ser interno, muitos de nós buscamos das mais variadas formas, mas está diante de nós, AQUI, no vazio que nos unifica. Um dia a contemplação será permanente, porque tudo o que vemos e fazemos, é feito com consciência totalmente presente através da atenção, no alerta no único momento que existe, o AGORA.
Fiquem diante desta paisagem por algum tempo. A vossa mente tenta fugir ou para o passado, ou para o futuro. Não deixem que aconteça, tragam-na sempre para o momento presente, e têm de impedir sempre que a mente se pronuncie sobre o que está a acontecer. Sem darem conta, a imagem sairá do meio do "ruído", e entram na Contemplação. Quando isso acontecer, sentirão uma paz e uma leveza no centro do vosso peito.
É exactamente aqui que o verdadeiro despertar acontece.
LUmeNA

17 comentários:

Graça Pereira disse...

É precisamente isso que eu procuro sempre ao admirar, olhar uma paisagem: a contemplação! Abstraio-me de tudo o resto que me possa tirar desse momento e julgo que entro num extâse total.
Gostei do teu post, muito interessante.
Beijo e boa semana
Graça

LUmeNA disse...

Graça Pereira,

Sim, a tua referência indica que quando te abstrais de tudo o resto, estás precisamente a orar mentalmente entrando em êxtase.
Agora lembrei-me de que existe uma região no Brasil, em que as pessoas se visitam e quase não conversam, ficam caladas. Elas contemplam-se mutuamente. De forma análoga acontece na contemplação de Deus, ficar quieto.

Be:)os e boa semana,
LUmeNA

jair machado rodrigues disse...

"não é minha culpa sua projeção"...usei isso nomeando um post, é de uma cantora que adoro, a PITTY. Querida LUmeNA, tive de refletir um pouco antes e comentar teu post. Acho pertinente trazer a consciência para o momento presente, acredito que a meditação nos ajude a nos encontrar, e, a partir daí CONTEMPLAR, acho uma bela palavra...Acredito que com ajuda profissional, no meu caso, como YOGA, ou um Orientador, eu conseguiria chegar no que tu propões, ou seja, Despertar AQUI/AGORA e poder sentir plenamente o pulsar da vida, livre de dogmas materiais que nos impõem antes mesmo de nascermos.
ps. Grande abraço amiga, não esqueci meu mimo, como não sei usar o lado esquerdo do cérebro (risos), brincadeira, o lado esquerdo do blog, terei de colocá-lo num post.

Edson Carmo disse...

Lumena,

Há uma completa ignorância sobre a Realidade na qual as coisas acontecem. Porque a mente necessita de reatividade para continuar vivendo. A mente necessita classificar, aplicar nomes aprovados em concílios – tipo: isso é bonito, isso é feio... –; a mente precisa julgar, pensar... Então o que vemos e ouvimos não é a imagem nem o som do Agora, da Realidade, mas expressões da mente. A mente move-se por meio de pensamentos, e os pensamentos são sempre ganchos que nos puxam para longe da Realidade – os pensamentos nos distraem; afastam-nos da Realidade, nos deixando ignorantes com relação a Ela – o Agora.

Edson Carmo

LUmeNA disse...

jair machado rodrigues,

PITTY! A grande cantora e compositora de música rock, no Brasil, seguidora de Nora Ney, Celly Campello, Rita Lee, Elis Regina, etc., etc.

CONTEMPLAR, quanto mais oramos, canalizamos todo o nosso estado de SER, isso é MEDITAÇÃO.
OBSERVAR, a Natureza ao nosso redor, isso é MEDITAÇÃO.
Estar ALERTA, todo o momento, isso é MEDITAÇÃO.
A Meditação e o Yoga que praticas ajuda também.

Grande Abraço,
LUmeNA

LUmeNA disse...

Edson Carmo,

Havendo uma completa ignorância sobre a realidade na qual as coisas acontecem, a mente necessita classificar, aplicar, julgar, pensar e, para que não fiquemos ignorantes em relação a Ela, à Consciência, ao AGORA, é necessário fazer DESPERTAR a Consciência.

Como DESPERTAR a Consciência?

Fazer trabalhos humildes, SER humilde, orar e vigiar para vencer as tentações, não alimentar sentimentos inferiores por quem quer que seja, perdoar a todos, receber com agrado o desagrado, fazer o alerta para que não se deixe iludir pela mente inferior, dar AMOR para recber AMOR.
Despertar do sono para poder encontrar a ALMA, o ESPÍRITO.

Grata pelo comentário que DESPERTOU em mim esta retórica.

LUmeNA

sevejocosilva disse...

O motivo de estar aqui é para agradecer a visita que fez ao meu blog e dele ter-se feito seguidora.
Contemplação - mais que ver, mais que olhar, um pouco mais do que observar. Uma meta, para quem quer - como você diz - entrar em contato com um estado superior do espírito. Krisnamurti em "Comentários sobre o viver" trata deste ponto com bastante ênfase.Continuo tentando, nada fácil... nada fácil.
Parabéns pela mensagem.
severino coutinho

LUmeNA disse...

sevejocosilva,

"Contemplação - mais que ver, mais que olhar, um pouco mais do que observar." - Contemplação Plena.

Na contemplação plena não existe
comparação, e nas almas perfeitas a contemplação encontra-se tão intimamente unida, que quase se confundem uma com a outra.

Grata.
LUmeNA

Abdoul Hakime Goul Djounoubi عبد الحكيم گل جنوبی disse...

Sempre gostei de teus blogues, transmites paz, informa, fazes pensar.
Acordar, despertar, é mesmo muito importante. Não acordam aqueles que escolhem a ignorância, nem aqueles que não conhecem nada a não ser as trevas.
Li a matéria sobre os alimentos, e achei horrível o que está a acontecer. No meu Estado (o Paraná, sul do Brasil), a legislação proíbe o plantio de transgénicos. Mas, é difícil controlar o consumo, muita gente nem se importa com essa questão.

Dark angel disse...

Querida LUmeNA,

A contemplação de si mesmo é tão importante quanto a contemplação deste habitáculo nosso, o mundo em que vivemos. Para contemplar não há uma receita, penso que cada um consegue achar o seu ponto de contemplação se assim o quiser e estiver disposto. Chegar a este poder de contemplação requer muito amor, só através dele conseguimos chegar a nós e ao mundo, na mais completa essência. A sensação de total plenitude não nos assola só porque procuramos por ela, teremos que fazer por isso. Querer chegar a ela é o ponto de partida para chegarmos a nós mesmos, fazendo parte de um mundo que nos pertence por pouco tempo, e que muitas vezes nos confunde. Deixar que a alma nos guie, que é o mesmo que a consciência ( Deus ), é o que julgo ser mais certo, porque a nossa base de bem é o que nos leva no caminho certo.

Tenho um mimo para ti no meu cantinho. Um mimo de amizade, que espero que aceite com o mesmo carinho com que foi oferecido.

LUmeNA disse...

Abdoul Hakime Goul Djounoubi,

Fico-te grata por voltares.

As empresas que defendem os transgénicos usam-na para combater a fome e assim, ameaça a soberania nacional, trazendo uma série de riscos à vida humana e da natureza.
Essas sementes são produzidas no laboratório, com misturas de diferentes seres vivos, animais, micróbios, plantas etc...

O Conselho de Ministros de Portugal autorizou em 2005 o cultivo de milho geneticamnete modificado. A autorização foi aprovada pela União Europeia.

Muita gente não se importa por, simplesmente, imensa ignorância.

Abraços,
LUmeNA

LUmeNA disse...

Dark angel,

Lindas as tuas palavras.

Aceito com carinho o belíssimo mimo de amizade. Vou certamente ao teu espaço repassar o "Selo de Amizade".

Grata querida amiga,
LUmeNA

Irene disse...

Olá, Lumena !!

Contemplar é a oportunidade de avaliar o verdadeiro valor das formas que nos rodeiam. Acho que o próprio raciocínio é uma consequencia da contemplação, pois, para analisarmos (ou racionalizarmos) algo, precisamos conheçê-lo. Neste caso, digo que o raciocinio nos remete a analise, enquanto a contemplação nos remete ao conheçimento daquilo que, futuramente, vai ser analisado.
Observo muitas pessoas ostentando frases e palavras equivocadas acerca de um fato e, quase sempre, a motivação deste equivoco é a msm, qual seja: estamos em um mundo de multiplos e suscessivos aconteçimentos, então, a maioria das pessoas perdeu o habito de contemplar aquilo que está ao redor antes de emitir um julgamento. A pressa mundial têm sido tão constante que muitas pessoas se acostumaram a julgar sem passar pela fase da contemplação. Na verdade, muitas pessoas estão esqueçendo que a contemplação e o raciocinio são partes de um msm processo; a contemplação é a primeira parte e o raciocinio é a segunda parte, mas, o processo é o msm. Em outras palavras, para que o processo esteja completo, é preciso contemplar antes e racionalizar depois.

grande abraço !!!!!!

LUmeNA disse...

Olá Irene,

O raciocínio é uma consequência da contemplação, interpretando cientificamente, o que é verdadeiro o que dizes. Na mente de quem a capta é caracterizada pela intuição, tendo uma visão do todo que se sobrepõe à visão das partes.
A contemplação pela qual se atinge a Verdade é alcançada por meio não-racional. O meu texto incide nesse sentido.
Muitas vezes o que se vê não é decorrente de um olhar, ou da observação.
A contemplação não é um estado, mas a maior felicidade alcançada pelo espírito humano, e a razão nada pode saber sobre a Verdade, sobre o Real, sobre a Alma.

Grande Abraço!
LUmeNA

Joana Carvalho disse...

acho qe partilhamos da mesma opiniao :)

ve o meu texto "vive o agora"

LUmeNA disse...

Joana Carvalho,

Sim, partilhamos a mesma opinião!

Vi o teu texto e está maravilhosamente concebido. Gostei!

Be:)os,
LUmeNA

Joana Carvalho disse...

obrigada *.*

adorei o teu também :)